sexta-feira, 31 de julho de 2009

Minha fôrma é disforme

Por que quando algumas pessoas fogem do padrão dói tanto em outras? Será que é por que elas queriam fugir também e não conseguem? Não têm coragem? Ou por que a sua verdade está tão entranhada que qualquer coisa que desvie desta é uma ofensa? Não sei, fico pensando nessas e tantas outras possibilidades. Sei que não vou ser mais uma peça que saiu do molde. Posso sim, ser bem parecida, não quero ser diferente, apenas continuar com minhas peculiaridades. Oras! Todos possuem pequenos desvios em seus traços, na hora de sair da fôrma ou de preparar a massa. O que afeta tanto alguns, é o grau ou o ponto de desvio. Esse não é um post de alguém triste por ouvir reclamações, é só uma critica barata falando o que todos já sabem, mas insistem em continuar com as mesmas idéias cômodas e pré-cozidas. Não me afeta mais...meu maior orgulho sou eu.

3 comentários:

vyh luiza. disse...

As pessoas perdem tempo demais vem os outros se aprimorando que acabam seu proprio aprimoramento de lado... Acabando esquecendo suas capacidades, e depois a culpa é da gente, pffff. =X

de Sá disse...

A resposta é fácil: as pessoas tem medo do desconhecido!

Ah, e você não pode ser o maoir, mas é um orgulho pra mim parenta. Você honra o álcool da família!

=-********

Thávia disse...

Uma ideia chata pre-cozida: fazer bom ensino médio, passar no vertibular, trabalhar, arranjar um(a) namorado(a), enricar e pronto!!
acabou...

Bom mesmo é não ter tantas ideias... Deixar-se levar! o incerto é a graça!