sábado, 27 de junho de 2009

Um polo, por favor.

Blog jogado às moscas...ninguém comenta...eu não posto...nem lembrava mais que o tinha.
Acho que é por que ando meio a tôa, acho que é por que está tudo mais ou menos... nem bom, nem ruim; nem alto, nem baixo; nem triste, nem feliz; nem sem ânimo, nem motivada; nem preocupada, nem tranquila; nem faltando, nem sobrando; nem outras coisas que prefiro não citar...
Não gosto do mediano, do equilíbrio. Bom é ser extrema. Bom é ter o que fazer( trabalhos de faculdade não contam). Bom é fugir do ontem evitando que ele seja hoje, e já pensando no amanhã. O incerto, o atraente. Eu quero um mais, ou um menos, só não aguento mais o igual. Eu quero um sim ou um não, nada de talvez. Eu quero o céu ou o inferno, chega da terra. Eu quero levar, ou ser levada, e não ficar parada. Eu quero surpresas, e nem precisa ser uma festa, basta ser inesperado...pode ser até ruim, pra ver se ao menos eu choro, ou rio da desgraça. Eu quero não sei o que, só não quero continuar assim, igual.

4 comentários:

de Sá disse...

Eu comento, tá? uAHuAhUhAUhAUhUuA...
Acho que a questão não é o mais ou menos, acho que falta mesmo é novidade.
E equilíbrio não é o meio termo, e sim o todo (e não a somo de tudo) seja bom ou ruim... tudo bom é um tédio e tudo ruim, também!
Na verdade mesmo, eu acho que você precisa de novidade (e eu também!).
Tente fazer algo que você nunca fez, talvez você se anime! ;]

Anônimo disse...

Eu to sempre lendo Chuchu!!
só num comento!
Ass: Eu

vyh luiza. disse...

"Farra pra tudo é um bom remédio" já dizia Matanza. o/

de Sá disse...

Algo novo é bom, mas o difícil são as coisas velhas que atrapalham. Eu tô querendo formar já pra fazer algo diferente. Por mais que goste, estou cansado daquele mundo de sempre.